Ipupiara: veja os principais fatos que ocorreram nessa pandemia da covid-19 até o momento.

 


A Pandemia de COVID-19 no Brasil teve início em 26 de fevereiro de 2020, após a confirmação de que um homem de 61 anos de São Paulo que retornou da Itália testou positivo para o SARS-COV-2, causador da COVID-19. Desde então, em 4 de fevereiro de 2021, confirmaram-se 9.204.731 casos, a maior parte deles no Estado de São Paulo, (segundo o Ministério da saúde) causando 224.504 mortes. O número de pessoas recuperadas da doença, é de 8.027.042. A transmissão comunitária foi confirmada para todo o território nacional.

Ipupiara ganhou destaque Regional por ser a penúltima cidade da Bahia a ter casos confirmados de COVID-19 em seu Município. Segundo a secretaria de saúde do Município, isso se deve ao excelente trabalho apresentado pelo prefeito Ascir Leite, que deste o início tem levado a pandemia a sério, o gestor impôs medidas rígidas de controle como: Barreiras sanitárias aferindo a temperatura e aplicando álcool gel nas mãos de todos que adentravam ao Município, monitoramento de pessoas que vinham de áreas de risco, dedetização de comércios, agencias bancarias, vias públicas na Sede e em comunidades e também decretou o uso de máscara para toda população.

O gestor se destaca também, por ser um dos poucos prefeitos a optarem por continuar com o comercio aberto, restringindo apenas horário de funcionamento, obrigatoriedade no uso de máscaras e disponibilidade de álcool gel para uso; essa medida teve um impacto positivo salvando o emprego de vários trabalhadores e elevando a economia do Município. se compararmos Ipupiara com outras cidades da Bahia que decidiram fechar o comércio, enquanto a taxa de desemprego em algumas cidades chega a quase 25%, Ipupiara tem empregado aproximadamente 5%, com os novos empreendimentos como o shopping 2000 e vários outros negócios que abriram diante a pandemia.

Apesar de ser uma cidade pequena com cerca de 10 mil habitantes, Ipupiara tem estrutura hospitalar que se compara a cidades de maior porte. O hospital Guilhermino Pereira Machado com seus equipamentos de alta tecnologia e profissionais capacitados, tem se tornado referência regional no combate a COVID-19 por já ter salvo a vidas de centenas de pessoas de Ipupiara e região, como é o caso da paciente de 62 da Cidade de Barra do Mendes (Relembre Aqui) que foi transferida para o Guilhermino com quadro de saúde bastante agravado, e após algumas semanas aos cuidados dos médicos e enfermeiros do hospital, a paciente recebeu alta.

Segundo informações da secretaria Municipal de saúde no boletim informativo divulgado ontem (03), foram confirmados até o momento: 155 casos de covid-19, 2 óbitos (01 em Barreiras/01 Ipupiara), 152 pacientes curados, 01 caso ativo, 892 pessoas testadas negativo e 220 vacinados.

Postagens relacionadas

Ipupiara 5371941391841872883

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











Mais acessadas

Seguidores

item