Pela quinta vez, barragem rompe e deixa cerca de três mil pessoas isoladas no interior da Bahia

 



 
Ao menos três mil famílias que moram na zona rural de Angical, município do oeste da Bahia, ficaram isoladas depois que a água da barragem de Ouriçangas transbordou nesta sexta-feira (23), e destruiu uma das pontes usadas pelas comunidades.


A prefeitura de Angical informou que cerca de sete máquinas, emprestadas pelo governo do estado, trabalham para reverter a situação. Somado a isso, o executivo municipal afirmou que tenta abrir uma nova estrada que possibilite conectar as comunidades que estão isoladas.

Porém, segundo os moradores, o novo caminho ampliaria em cerca de 15 a 20 km o acesso diário às áreas de zona rural.

Em 2004, 2005, 2021 e 2022 a mesma situação prejudicou os moradores. Entre os afetados, Cleiton Porto, produtor rural de Angical, é um dos que lutam contra a correnteza para trabalhar. O produtor mora na sede de Angical, mas tem propriedades rurais e gado nos povoados da região.

"Precisamos atravessar para evitar que o prejuízo seja ainda maior. Levar rações, sal e outras coisas básicas para a manutenção da zona.“, detalhou o produtor.

Segundo o secretário de nfraestrutura de Angical, Edson Silva de Matos, em 2023, foi feito um reforço na ponte, porém com o peso acumulado das águas, não foi possível evitar o rompimento.

O prefeito aproveitou para informar que aguarda a chegada de uma equipe técnica do governo do estado, que fará uma vistoria na estrutura, com objetivo de garantir a resolução definitiva do problema.

Fonte: Página Revista

Postagens relacionadas

Região 3028364773622368252

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item