HOMEM É PRESO COM CAVALOS QUE SERIAM USADOS PARA FABRICAR MORTADELA

                                                               IMAGEM ILUSTRATIVA



 Um homem de 48 anos foi preso transportando 27 cavalos que seriam usados para consumo humano. A prisão aconteceu na madrugada deste domingo (18/2), na cidade de Aral Moreira (MS), na fronteira entre Brasil e Paraguai. De acordo com a polícia, os animais seriam abatidos de forma ilegal e as carnes seriam usadas na produção de embutidos, como mortadela e salsicha.


O homem detido era o motorista do caminhão que levava os animais. Eles foram pegos no município de Potirendaba (SP) e seriam entregue em um assentamento, onde outra pessoa assumiria o transporte dos animais até o Paraguai. Dos 27 equinos apreendidos, 13 são fêmeas e 14 machos.

Aos policiais, o condutor do caminhão informou que os cavalos foram adquiridos por R$ 8.100 e seriam revendidos por R$ 21,6 mil. A Polícia Civil estima que o homem realizava, em média, quatro viagens até o assentamento por mês. Também foi constatado que os animais eram transportados em gaiola metálica sem piso emborrachado, o que contraria as boas práticas de manejo no transporte recomendadas pelo Ministério da Agricultura e caracteriza indícios de maus-tratos.

Fonte: Metrópoles

Postagens relacionadas

CONSUMO ILEGAL 1715975004886162069

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item