EMPRESA É CONDENADA POR CONTROLAR IDAS DE FUNCIONÁRIOS AO BANHEIRO


A empresa AlmavivA, com sede em Sergipe, foi condenada pelo Ministério do Trabalho a pagar R$ 300 mil por limitar o uso de banheiros aos funcionários. Além da multa por danos morais coletivos, a empresa também foi obrigada a abolir as limitações.


A decisão da 9ª Vara do Trabalho de Aracaju é resultado de uma Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT-SE), após denúncias de funcionários que alegaram se sentiram controlados pelos supervisores da empresa.

Nos relatos apresentados, os trabalhadores informaram que eram controlados pelos supervisores em número de pausas realizadas e no tempo passado nos banheiros da empresa. De acordo com os funcionários, não era permitido ultrapassar cinco minutos no banheiro, caso contrário recebiam advertência dos superiores.

Fonte: Metrópoles

Postagens relacionadas

Mundo 1334294504963139301

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item