MENINO DE 13 ANOS É A PRIMEIRA CRIANÇA CURADA DE CÂNCER RARO E AGRESSIVO




 Um menino belga de 13 anos diagnosticado com glioma do tronco cerebral tornou-se a primeira criança do mundo a ser curada da doença. Ele participou de um estudo clínico sobre potenciais medicamentos para tratar a condição.


O câncer, também conhecido como glioma pontino intrínseco difuso (DIPG), é um tipo raro de tumor cerebral, particularmente agressivo. Ele acomete principalmente crianças com idades entre 4 a 6 anos, mas também pode ocorrer em adultos.

A maioria das crianças diagnosticadas com DIPG não vive um ano após o diagnóstico. Um estudo recente mostrou que apenas 10% delas sobrevivem dois anos depois dos primeiros sintomas.

Lucas recebeu o diagnóstico de câncer aos 6 anos de idade. Naquela época, não havia histórico de pacientes curados da doença.

Dispostos a tentar uma nova abordagem de tratamento, Lucas e a família viajaram da Bélgica para a França para participar do ensaio clínico Biomede, que testa potenciais medicamentos para o glioma pontino intrínseco difuso.

Exames de ressonância magnética mostraram o tumor desaparecer completamente ainda nos primeiros meses de uso da medicação, mas o tratamento só foi interrompido há um ano e meio.

Outras sete crianças participantes do mesmo estudo sobreviveram anos após o diagnóstico, mas apenas o tumor de Lucas desapareceu completamente. “Não conheço nenhum outro caso como ele no mundo”, disse Grill.

Fonte: Metrópoles

Postagens relacionadas

saúde 4905546221788884415

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item