PREFEITO DE GENTIO DO OURO PERDE NA JUSTIÇA E TERÁ QUE REINTEGRAR PROFESSORES

 



 A Vara Cível da Comarca de Gentio do Ouro determinou a reintegração de oito professores da Prefeitura de Gentio do Ouro demitidos em agosto de 2022.


A decisão em grau recursal foi proferida na última semana e atende as ações movidas pelo Sindicato dos Servidores Públicos de Gentio do Ouro – SINDSERV.

A determinação judicial, entretanto, tem caráter liminar, ou seja, pode ser revista posteriormente, mas já possibilita o retorno dos professores aos seus postos de trabalho de imediato.

No total, na lista de demissões realizada pelo prefeito Robério Gomes Cunha (PDT) constavam os nomes de 22 servidores aposentados. A grande maioria dos servidores dispensados eram professores que cumpriam funções laborais.

Na ocasião, através do decreto nº 22/2022, o prefeito utilizou como argumento para justificar as demissões que os servidores aposentados contrariavam dispositivo de lei.

Desde 2017 o prefeito Robério tem tentado através de ações judiciais a exoneração dos servidores aposentados. Ainda em 2017, ao menos 13 desses mesmos servidores foram demitidos, porém, reintegrados por nova decisão judicial no ano seguinte.

Ainda não se sabe se o prefeito Robério novamente irá recorrer da decisão judicial para tentar impedir a reintegração dos professores.

Fonte: Portal Meio Minuto

Postagens relacionadas

Região 5610037951672937055

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item