VACA DA À LUZ À TRÊS FILHOTES GERADOS NATURALMENTE NA BAHIA; CASO É CONSIDERADO RARO

 


Em geral, vacas dão à luz apenas um bezerro, por gestação. Casos de gêmeos já são considerados incomuns, e de trigêmeos, então, raríssimos. Porém, isso aconteceu na Fazenda Teles, que fica no povoado do Córgão, na zona rural de Macarani, no sudoeste da Bahia. Uma vaca chamada Camarão pariu três filhotes, gerados de forma natural, sem inseminação artificial.


Joan Teles, gerente da fazenda, disse que nunca viu nada parecido. A chance desse tipo de situação acontecer entre bovinos, segundo especialistas, é de um a cada cem mil animais.


"Acordei de manhã, a vaca estava parindo. Aí veio um, depois pariu mais outro e depois, mais outro. Eram três. São trigêmeos. Fiquei até surpreso, porque nunca tinha visto isso em minha vida. Do tempo que eu trabalho de vaqueiro, nunca tinha visto", comentou.

O parto ocorreu em 16 de julho deste ano, após nove meses de uma gestação tranquila. Joan detalha que a vaca emprenhou dentro da fazenda, como já tinha acontecido outras 10 vezes anteriormente. Contudo, esta foi a primeira vez que Camarão gerou mais de um bezerrinho.


Camarão dava, em média, 12 litros de leite diariamente, que eram comercializados juntos com a produção das outras vacas. Agora, todo o leite dela é dos filhotes, que mamam duas vezes por dia. "Ela não enjeitou nenhum [dos três]. Estão mamando normal, graças a Deus", confirmou Joan.


O esperado era que Camarão rejeitasse um dos filhotes, como ocorrem em casos raros de partos gemelares. Entretanto, surpreendentemente, ela tem amamentado e cuidado dos três bezerros, batizados de Jacó, Julie e Jacozinho - o último a nascer, que também é considerado o mais esperto dos irmãos. Todos são saudáveis e com crescimento dentro dos parâmetros normais, conforme Joan.


A vaca também está "ótima, apenas mais cansada" devido à rotina de cuidados com os três filhotes. Fabiano Santos, especialista em bovinos e professor do curso de Zootecnia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), diz que esse comportamento é esperado, devido ao aumento do gasto energético com o processo de amamentação.


Fabiano alerta que em caso de gravidez gemelar, é necessário aumentar os cuidados com a saúde da vaca e seus filhotes - sobretudo as fêmeas, que têm 95% de chances de serem inférteis.


Além disso, de acordo com o professor, casos de vacas prenhes que têm gêmeos são mais comuns quando elas têm idade avançada e produzem leite, exatamente como é Camarão, que tem 15 anos.




Postagens relacionadas

CASO RARO 3221823017204951544

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item