QUEM É O ATLETA DE VÁRZEA APONTADO COMO DOADOR DO CORAÇÃO DE FAUSTÃO






 O atleta de futebol de várzea Fábio Cordeiro da Silva, 35 anos, que morreu no sábado, vítima de um AVC em Santos, no litoral de São Paulo, é apontado como o possível doador do coração transplantado no apresentador Fausto Silva, 73, no domingo (27/8).

Fábio, conhecido entre os colegas da várzea como Esquerdinha, sofreu um AVC na última quarta-feira (23/8), enquanto trabalhava como azulejista em um apartamento. Ele estava sozinho e só foi encontrado no dia seguinte (24/8) pela equipe que prestava serviços com ele na obra.

Ainda consciente, mas com o lado direito do corpo paralisado, o atleta foi levado à Casa de Saúde de Santos, onde passou por uma cirurgia no cérebro. Fábio teve morte cerebral confirmada na manhã de sábado; a família, então, decidiu doar seus órgãos.

De acordo com familiares, entre os órgãos doados, está o coração. Embora a Secretaria de Estado da Saúde não possa confirmar a informação, Fábio é tido como o possível doador de Faustão, porque o coração que o apresentador recebeu, no domingo, partiu justamente de helicóptero que saiu de Santos.

Segundo o Hospital Albert Einstein, a unidade foi acionada pela Central de Transplantes do Estado na madrugada de domingo, “quando foi iniciada a avaliação sobre a compatibilidade do órgão, levando em consideração o tipo sanguíneo B”.

A cirurgia de Faustão aconteceu no início da tarde e durou cerca de 2h30. O procedimento, segundo o hospital, foi realizado com sucesso.

Quem era o jogador


Fábio era morador de Mongaguá, também na Baixada Santista, e era apaixonado por futebol. Ele atuou em vários clubes de futebol amador da região. Como jogava do lado esquerdo, foi apelidado pelos colegas de “Esquerdinha”.

Familiares contaram que, há cerca de um mês, ele havia dado uma pausa no futebol para fazer exames médicos, pois tinha passado mal em algumas partidas. Os testes não apontaram nada, e ele voltou a jogar. Sua última partida aconteceu no domingo anterior à sua morte (20/8).

Nas redes sociais, clubes do litoral paulista em que Esquerdinha jogou divulgaram notas de pesar pela morte do atleta. “É com muito pesar que hoje nos despedimos deste grande atleta, que abrilhantou o futebol de várzea vestindo diversos mantos e que deixará eterna saudade”, escreveu o Clube Avenida Futebol Clube, de Mongaguá.

A Associação Atlética Solemar, de Praia Grande, também homenageou o jogador. “Sua presença e seu companheirismo notável eram inspiração para todos nós”, postou.

O Jornal Bola na Rede escreveu que “Esquerdinha era querido por todos e honrou as camisas dos clubes que defendeu”.

Postagens relacionadas

tv e fama 6594807562445381475

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros

 












 


 



 

 


 


Mais acessadas

item