IPUPIARA, ACIDENTE COM COBRAS E OUTROS ANIMAIS PEÇONHENTOS

 


Ipupiara, acidente com cobras e outros animais peçonhentos. 

A vigilância Epidemiológica através da secretaria municipal de saúde vem alertar sobre acidentes com picadas de cobras.

A incidência por picadas de cobras no Brasil ocorre mais, entre março a agosto, pois nessa época do ano as cobras procriam mais.

Esse ano já ocorreram 3 acidentes por jararaca no município. O primeiro no início de fevereiro e os outros dois ocorreram ontem, todos foram atendidos e receberam o soro antiofídico (antibotrópico), aqui mesmo no Hospital Municipal Guilherminho Pereira Machado, não sendo necessário transferência.

Orientamos na prevenção o uso de botas de cano mais alto e luvas de couro para manipular folhas secas, lenhas, lixo (pés e mãos, são os locais de maior ataque), evitar colocar mão em buracos, redobrar os cuidados para evitar mais esses acidentes.

Ao ser atacado por uma cobra direcionar imediatamente para o hospital, pois o tempo da picada até o início dos sintomas fazem muito a diferença no prognóstico do paciente.

Levar a cobra morta ou tirar foto para certificarmos a espécie e qual o soro iremos adotar ao tratamento.

Os soros se encontram em desabastecimento em todo o estado da Bahia conforme o Centro de Informações Antiveneno-CIAVE. Significa que em algum momento pode faltar e o paciente precisará ser transferido, ou até mesmo vir a óbito como já ocorreu na Bahia por falta de soro.

Dos 9 municípios da regional de Ibotirama, ipupiara é o único que mantém soro no estoque para esses eventuais acidentes. Esse estoque é graças a uma gestão comprometida com a prestação de conta desses imunos.

Cuidando do futuro sem descuidar do povo.


Vigilância Ativa.










Postagens relacionadas

VIGILANCIA 3338932032158177621

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











Mais acessadas

Seguidores

item