BARREIRAS: FILHO DA VEREADORA KARLUCIA MACÊDO É EXECUTADO A TIROS DE PISTOLA EM BARREIRINHAS


Caio Crisostomo Macedo Antonio, 18 anos revisava o seu veículo Gol/G4, cor branca, placa JIB-6800 em frente à residência de um amigo, identificado por Alcides Melo, na Rua Amazonas, bairro Barreirinhas, quando dois elementos chegaram numa motocicleta de dados ignorados, estacionaram próximo ao local por volta das 18 h 00 desta quarta-feira, 13, sendo que o carona se aproximou, sacou uma pistola ponto 40 e efetuou vários disparos contra os rapazes.
Alvejado com pelo menos oito tiros, Caio não teve tempo de reagir e morreu na calçada ao lado do seu veículo. Já Alcides foi encaminhado para o Hospital do Oeste, onde permanece internado, segundo o seu pai, o senhor Adilson Galvan, ele sofreu um ferimento na região abdominal e seria submetido a procedimento cirúrgico ainda hoje.  
Testemunhas comentaram que após o assassinato, o autor retirou o capacete da cabeça e fotografou o corpo usando um aparelho celular, e logo em seguida, fugiu na garupa da moto do seu comparsa em direção a Avenida Aylon Macedo. A Polícia Militar fez ronda na área tentando localizar os criminosos, mas não obteve êxito.
Há relatos de que o jovem morto  vendeu o Gol para alguém, no qual a polícia ainda desconhece o nome, e supostamente havia recebido parte do dinheiro negociado. Em seus bolsos foram encontrados R$ 11 mil 470 reais (dinheiro em espécie).  Caio tinha levado o carro numa oficina para revisão, e como de costume, resolveu passar na casa de Alcides. Ao ser surpreendido pela dupla, estava em frente ao capô do automóvel que faria a entrega ao novo proprietário nas próximas horas.
A vereadora Karlucia Macedo se encontrava desesperada com a morte do filho na residência de Alcides. Muitos amigos e simpatizantes políticos tentavam confortá-la.
Delegado ainda não tem informações sobre motivação do crime.
O delegado Francisco Carlos de Sá ainda não possui informações sobre as motivações do atentado. Uma equipe de peritos do DPT regional localizou pelo menos oito capsulas de bala da arma usada no assassinato. O dinheiro encontrado nos bolsos de Caio foi entregue imediatamente a um membro da família.  O corpo e um aparelho celular que ele usava foram encaminhados para exames do Departamento de Polícia Técnica no Complexo Policial de Barreiras.

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros













Mais acessadas

Seguidores

item