FOME HISTÓRICA CONVIVE COM ENERGIA DO FUTURO NO SEMIÁRIDO DO PIAUÍ



 A Serra do Inácio, no pequeno município de Betânia do Piauí (PI), é hoje uma paisagem de contrastes.


Enquanto as imensas torres de energia eólica fincadas nessas terras secas do sertão do Piauí apontam para um Brasil do futuro, casebres de taipa, sem água encanada, onde sobra gente e falta comida, remontam a um Brasil do passado que insiste em se fazer presente.

A região historicamente associada ao flagelo convive com projetos de energia limpa, mas concentra o maior número de pessoas em insegurança alimentar grave no país. A energia limpa não produz riqueza para o entorno das torres onde é gerada.

Embora os grandes projetos de produção de energia eólica no semiárido tenham apresentado impactos macroeconômicos sobre o Produto Interno Bruto dos municípios que os sediam, não há estudos acerca dos benefícios diretos às famílias das áreas em que as torres foram instaladas.

Fonte: Portal Meio Minuto

Postagens relacionadas

SERTÃO 6111078252417121553

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item