BRONQUIOLITE: ANVISA ANALISA PEDIDO DE REGISTRO PARA VACINA CONTRA A DOENÇA

 

                                                                                                                                     

bronquiolite é uma inflamação dos bronquíolos, que afeta principalmente crianças pequenas e bebês. Ela é causada pelo vírus sincicial respiratório (VSR) e pode resultar em infecções no trato respiratório, como a bronquiolite. Recentemente, a empresa Pfizer protocolou um pedido de registro de vacina contra o VSR na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Neste artigo, vamos explorar tudo o que você precisa saber sobre a bronquiolite, incluindo sintomas, tratamento, prevenção e a análise do registro da vacina pela Anvisa.

O que é bronquiolite?

Os bronquíolos são as porções terminais dos bronquios, responsáveis por levar o ar para os pulmões. A bronquiolite é uma inflamação dessas estruturas, causada principalmente pelo vírus sincicial respiratório. Ela é mais comum em crianças menores de 4 anos e bebês, devido ao sistema imunológico ainda em desenvolvimento e a menor capacidade de combater a infecção.

Sintomas da bronquiolite

Os sintomas da bronquiolite podem variar de leves a graves, dependendo do indivíduo afetado. Os primeiros sinais geralmente se assemelham a um resfriado comum, como coriza, espirros e febre baixa. No entanto, à medida que a doença progride, os sintomas podem se agravar, incluindo:

  • Tosse persistente;
  • Chiado no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Respiração acelerada;
  • Falta de apetite;
  • Irritabilidade;
  • Cansaço.

É importante ressaltar que os sintomas da bronquiolite podem ser semelhantes aos de outras doenças respiratórias, como a gripe. Portanto, é fundamental buscar orientação médica para um diagnóstico preciso.

Diagnóstico da bronquiolite

O diagnóstico da bronquiolite é feito por um médico, com base na avaliação dos sintomas e em exames clínicos. Geralmente, não são necessários testes laboratoriais adicionais para confirmar a presença do vírus sincicial respiratório. No entanto, em casos mais graves ou atípicos, o médico pode solicitar exames de sangue, radiografias de tórax ou testes de swab nasal para descartar outras infecções respiratórias.

Tratamento da bronquiolite

A bronquiolite, em grande parte dos casos, é uma doença autolimitada, o que significa que o próprio corpo da criança é capaz de combater a infecção ao longo do tempo. Portanto, o tratamento geralmente é focado em aliviar os sintomas e fornecer suporte respiratório, se necessário. Algumas medidas que podem ser adotadas incluem:

  • Hidratação adequada;
  • Uso de soro fisiológico para descongestionar as vias respiratórias;
  • Administração de medicamentos para febre e dor, sob orientação médica;
  • Repouso adequado;
  • Manter o ambiente livre de fatores irritantes, como fumaça de cigarro e poeira.

É importante destacar que não há um tratamento específico para combater o vírus sincicial respiratório. Antibióticos não são eficazes contra vírus e, portanto, não são prescritos para o tratamento da bronquiolite, a menos que haja uma infecção bacteriana secundária.

Prevenção da bronquiolite

A prevenção da bronquiolite, especialmente em crianças pequenas e bebês, é fundamental para evitar complicações da doença. Alguns cuidados que podem ser adotados incluem:

  1. Lavar as mãos regularmente: a higiene das mãos é uma medida simples e eficaz para prevenir a propagação de vírus e bactérias. Lave as mãos com água e sabão frequentemente, especialmente antes de cuidar de crianças pequenas.
  2. Evitar o contato com pessoas doentes: tente evitar o contato próximo com pessoas que estejam com sintomas respiratórios, como tosse e espirros.
  3. Cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar: ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com um lenço de papel ou com o antebraço, evitando assim a disseminação de gotículas contaminadas.
  4. Manter a vacinação em dia: vacinas, como a vacina contra o vírus sincicial respiratório, são uma forma eficaz de prevenir a bronquiolite. Consulte um profissional de saúde para saber mais sobre as vacinas recomendadas para crianças e adultos.

Análise do registro da vacina contra o VSR

A empresa Pfizer protocolou um pedido de registro de vacina contra o vírus sincicial respiratório na Anvisa. A vacina, comercialmente denominada Abrysvo, tem a sugestão de indicação de uso em crianças, gestantes e adultos acima de 60 anos. A Anvisa irá avaliar a relação benefício/risco do produto, por meio de estudos clínicos e outros dados que comprovem a qualidade, segurança e eficácia da vacina.

A análise de vacinas pela Anvisa é feita de forma conjunta por três áreas distintas: a área de Produtos biológicos, que avalia os aspectos de qualidade, segurança e eficácia; a área de Farmacovigilância, responsável pelo monitoramento e planos de acompanhamento da vacina após sua entrada em uso no país; e a área de Inspeção e Fiscalização, responsável pela avaliação das Boas Práticas de Fabricação.
Além do pedido da Pfizer, a empresa GlaxoSmithKline também solicitou o registro de uma vacina contra o VSR à Anvisa, denominada Arexvy. Ambas as vacinas estão em análise, e se o registro for aprovado, poderão ser comercializadas e utilizadas pela população, de acordo com a indicação estabelecida na bula.

Fonte: Notícias Concursos 
Imagem: UOL

Postagens relacionadas

VACINA 1227436240039777135

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item