Condenado pelo assassinato de Daniella Perez, ex-ator Guilherme de Pádua morre aos 53 anos

 


 O ex-ator Guilherme de Pádua morreu neste domingo (6), aos 53 anos, vítima de um infarto fulminante de acordo com informações preliminares. Ele foi condenado pelo assassinato da atriz Daniella Perez, filha da autora Glória Perez.

A informação foi divulgada em uma live do pastor Márcio Valadão, da Igreja Batista da Lagoinha, onde Guilherme se tornou pastor anos após executar Daniella, em 1992. Ele foi condenado a 19 anos e seis meses de prisão. Os dois eram colegas de profissão na novela "De Corpo e Alma" da TV Globo. Pádua foi solto em 1999 após cumprir um terço da pena.

"É um moço que a sociedade não compreende, porque ele praticou aquele crime tão terrível da Daniela Perez, foi preso, cumpriu a pena e se converteu. Era uma lagarta e virou borboleta. Dentro de casa, caiu e morreu. Morreu agorinha. Acabou de morrer", disse Valadão no vídeo.

Pádua assassinou a atriz Daniella Perez em 1992, com sua esposa na época, Paula Thomaz. Ele e Daniella faziam um par romântico na novela De Corpo e Alma, escrita por Gloria Perez, mãe de Daniella. O assassinato voltou aos holofotes este ano, quando a HBO Max lançou um documentário sobre o caso. Na época, Pádua fez um vídeo se defendendo dos ataques.

"Minha reação natural é de me defender, qualquer um tem direito de resposta no mundo natural, mas eu não vivo mais no mundo natural. Todos os dias quando eu acordo eu me lembro que sou o Guilherme de Pádua, que tenho essa carga nas minhas costas, e toda manhã é uma luta", disse em vídeo publicado na ocasião.

Postagens relacionadas

Mundo 5381255828940157563

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item