China se prepara para “invasão de Taiwan”, diz ministro da ilha.

 




 O ministro das Relações Exteriores de TaiwanJoseph Wu, disse nesta 3ª feira (9.ago.2022) que a China está usando os exercícios militares realizados desde a última semana para se preparar para invadir a ilha. Segundo ele, a desculpa de retaliar pela visita da presidente da Câmara dos EUANancy Pelosi, foi apenas uma desculpa.

A China “está realizando exercícios militares em larga escala e lançamentos de mísseis –bem como ataques cibernéticos, desinformação e coerção econômica– na tentativa de enfraquecer o moral público em Taiwan”, disse Wu a jornalistas. De acordo com o ministro, “a real intenção da China é alterar o status quo no estreito de Taiwan e em toda a região”.

Taiwan é governada de forma independente desde o fim de uma guerra civil em 1949. A China, no entanto, considera a ilha como parte do seu território, na forma de uma província dissidente.

Depois que Pelosi visitou a ilha, em 2 e 3 de agosto, os chineses intensificaram os exercícios militares ao redor do território de Taiwan. O Ministério da Defesa da China anunciou na 2ª feira (8.ago) que seguirá com as ações.

Conforme o ministro de Taiwan, a China está tentando controlar o estreito de Taiwan, uma das rotas marítimas mais movimentadas do mundo. “As intenções [de Pequim] provavelmente não terminarão por aí”, disse Wu.

Taiwan iniciou na 3ª feira exercícios militares para defesa da ilha. Segundo o porta-voz do 8º Corpo do Exército, Lou Woei-jye, os exercícios militares começaram com disparos de sinalizadores e artilharia no condado de Pingtung.

O objetivo é simular operações defensivas contra um ataque à ilha. Novas atividades serão realizadas na 5ª feira (11.ago).

Em entrevista na 2ª feira, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, afirmou que os exercícios militares realizados por Pequim “são abertos, transparentes e profissionais”.

Ele disse que “as autoridades competentes emitiram notificações em tempo hábil”. Wenbin declarou que as ações em Taiwan servem “como uma mensagem de alerta aos provocadores” e “são um movimento legítimo para salvaguardar a soberania e integridade territorial” da China.

Postagens relacionadas

Mundo 2877779010257242661

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











 


 



 

 


Mais acessadas

item