Assassino filmou ação que matou 10 pessoas nos EUA; plataforma interrompeu transmissão


 O assassino de 18 anos que matou 10 pessoas e deixou outras três feridas em um supermercado de Buffalo, no estado de Nova York, no último sábado (18) chegou a transmitir o crime ao vivo na plataforma Twitch, conhecida por realizar transmissões online (veja aqui). Ele foi identificado como Payton Gendron e está preso. As informações são do G1.

 

Em comunicado à agência Associated Press, o serviço de streaming afirmou que "encerrou a transmissão de Gendron menos de dois minutos após o início da violência”.  A governadora de Nova York, Kathy Hochul, nativa de Buffalo, pediu que a indústria de tecnologia assuma a responsabilidade por seu papel na propagação do discurso de ódio em uma entrevista neste domingo (15) à ABC.

 

Agentes federais conversaram com os pais do assassino e cumpriram vários mandados de busca. As autoridades tentam confirmar a autenticidade de um manifesto de 180 páginas que foi postado online, que detalhava a trama e identificava o criminoso.

 

A principal suspeita é de que o crime foi motivado por ódio racial. Uma investigação preliminar descobriu que Gendron visitou repetidamente sites que defendem ideologias de supremacia branca e teorias da conspiração baseadas em raça e pesquisou tiroteios em mesquitas, de 2019, em Christchurch, Nova Zelândia, e o homem que matou dezenas em um acampamento de verão na Noruega, em 2011.

Postagens relacionadas

Publicidade 6634473350301971343

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











Mais acessadas

item