TSE anuncia medidas de segurança para as eleições 2020

 

Orientações foram elaboradas por médicos dos hospitais Sírio-Libanês e Albert Einstein, além de técnicos da Fiocruz. Este ano não vai ter biometria.








O Tribunal Superior Eleitoral apresentou, nesta ultima terça-feira (8), um plano com os cuidados para a eleição deste ano por causa do coronavírus.

É um passo-a-passo detalhado para a gente ficar bem longe do vírus, sem se distanciar do compromisso com a democracia. Orientações que começam antes de o eleitor sair de casa:

- Já sair de máscara - sem a proteção não será permitido o acesso aos locais de votações;

- O eleitor deve levar a própria caneta;

- Para evitar aglomerações, o horário de votação foi ampliado: será das 7h às 17h;

- Os eleitores com mais de 60 anos devem votar, preferencialmente, de 7h às 10h, e terão também uma fila exclusiva.

No local da votação:

- Deve se manter a distância mínima de um metro entre as pessoas;

- O eleitor não deve levar crianças e acompanhantes;

- Antes de entrar e ao sair da seção, tem que usar álcool em gel;

- Durante todo o tempo em que estiver na seção, não levar as mãos ao rosto.

Praticamente não haverá contato entre mesários e eleitores. Este ano não vai ter biometria. Lá dentro, o eleitor:

- Terá que mostrar o documento oficial com foto, esticando os braços em direção ao mesário, a um metro de distância.

- O mesário poderá pedir para baixar rapidamente a máscara para identificação;

- O eleitor deve assinar o caderno de votação, com a própria caneta ou com uma esterilizada fornecida pelos mesários;

- Os mesários, a cada vez que retornarem à seção eleitoral, depois de ir ao banheiro, por exemplo devem higienizar a mesa e cadeira com álcool 70%. Eles deverão trocar a máscara a cada quatro horas.

E mais uma recomendação importante: eleitores e mesários que estiverem com febre no dia da eleição ou aqueles que tenham sido diagnosticados com a Covid nos 14 dias anteriores não devem nem sair de casa.

Todas essas orientações foram elaboradas por médicos dos hospitais Sírio-Libanês e Albert Einstein, além de técnicos da Fiocruz, sob encomenda para o Tribunal Superior Eleitoral; tudo para evitar os riscos de contágio e garantir uma votação saudável e tranquila. O TSE quer que eleitores e mesários se sintam seguros.

“Nós estamos tomando todas as precauções possíveis e razoáveis na convicção de que minimizaremos o risco de contaminação de quem quer seja. Tanto a classe política quanto o eleitorado devem estar mobilizados e ter todo o interesse de participar, de modo que eu tenho muita confiança de que as pessoas, com as cautelas devidas, com a proteção adequada, compareçam para exercer não só esse dever cívico, mas o direito de participar das escolhas dos seus governantes e contribuir para fazer um país maior e melhor”, afirmou o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso.





Fonte: g1.globo.com

Postagens relacionadas

ULTIMAS 7987953112143408260

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











Mais acessadas

Seguidores

item