LIDERANÇAS LAMENTAM A MORTE DO CANDIDATO EDUARDO CAMPOS, EM SÃO PAULO


EDUARDO CAMPOS    (1965 + 2014)

O Brasil está em choque com a confirmação da morte do candidato à presidência da República pelo PSD, Eduardo Campos. O jato Cessna, no qual se deslocava do Rio para São Paulo, caiu em uma área residencial de Santos, sem deixar sobreviventes. Campos deixou o governo de Pernambuco para se candidatar à presidência com aprovação superior a 70%. Além do candidato, equipe de campanha também foi vitimada. A vice-candidata, Marina Silva, estava em São Paulo, gravando programa eleitoral.
Campos era casado com Renata Campos, com quem teve cinco filhos, inclusive um bebê. Ela estaria em São Paulo, à espera do candidato, que cumpriria agenda de campanha no Guarujá. Eduardo Campos morre no mesmo dia em que Miguel Arraes, seu avô, morreu há 9 anos.  Ele completou 49 anos no domingo.
O avião que transportava o com o candidato do PSB à Presidência da República saiu do Rio e ia para evento de campanha no Guarujá. Para o senador Cristóvão Buarque, Campos, com qual ele se reuniria amanhã, em Brasília,  representava alternância de poder em um cenário de caos. A morte teve repercussão internacional e impactou na valorização do Real, no exterior, com efeitos na Bolsa de Valores.
Em Salvador, a candidata ao governo do estado pelo mesmo partido de Campos, Lídice da Mata, emitiu nota, pelo Twitter, lamentando a tragédia:  ”Eduardo Campos significava a esperança na construção de novo país. Estamos chocados não só porque perdemos uma grande liderança, perdemos grande amigo”.
Em Ipupiara o vice-prefeito ASCIR LEITE, emitiu nota pelo facebook, lamentando a tragédia: Eu lamento profundamente a morte trágica de Eduardo Campos e reforço que o Brasil perdeu um político que colaborou para o desenvolvimento de Pernambuco do Nordeste e do Brasil,Que Deus dê conforto a seus filhos,esposa e a sua mãe, familiares e a tantos admiradores que deixou órfãos neste triste dia 13 de agosto ###LUTO
Os candidatos à presidência da República, a presidente Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) cancelaram suas respectivas agendas de campanha e divulgaram nota de pesar.


Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros













Mais acessadas

Seguidores

item