Meteorologista prevê para o Nordeste mais uma temporada de seca em 2014

Falta de chuvas, estiagem, gado morrendo, plantações perdidas e os agricultores e fazendeiros, mas uma vez, entram na roda viva de correr atrás de empréstimos, mendigar ajuda dos governos e ficar pendurado nos bancos oficiais, sem condição de pagar o que devem.
Nos 3 primeiros meses de 2014 o panorama previsto pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de 40% de possibilidade de chuvas dentro da média e 35% de probabilidade de ficarem abaixo da média para o semiárido do Ceará, do Piauí, da Paraíba, do Rio Grande do Norte e do norte da Bahia, mas a chance de precipitações acima da média é de 25%.
Observa o meteorologista Mozart de Araújo Salvador que a temperatura do Atlântico Norte, cuja alta causou a diminuição das chuvas em 2012 e 2013, continua elevada, embora em patamar seja menor que em 2013 e, caso a situação se mantenha, há chance de menos chuva do que tradicionalmente.
Cauteloso, explica não ser possível prever a intensidade de um eventual novo período de seca, porém a  possibilidade de estiagem não está afastada, conforme declarações à Agência Brasil.
E as milhares de máquinas doadas pela presidente Dilma Rousseff às Prefeituras o que fizeram no ano passado? E também as milhares de cisternas compradas de um só fornecedor serviram para minorar o sofrimento do nordestino?
Fonte: bahianoticias

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros













Mais acessadas

Seguidores

item