IPUPIARA: 60 ANOS DE EMANCIPAÇÃO COM MUITA FESTA, CONFIRA ATRAÇÕES.







A cidade de Ipupiara completa 60 anos dia 9 de agosto. A Prefeitura está preparando uma programação para celebrar o momento cívico que deu início a uma história de conquistas e desenvolvimento, tornando o município com o maior índice de crescimento, um centro comercial pujante e serviços públicos qualificados.

UM POUCO DA HISTÓRIA - Antes da sua emancipação, o território de Ipupiara foi marcado por lutas sangrentas entre os capangas dos coronéis Militão Coelho e Horácio de Matos, em batalhas estimuladas pelos interesses de domínios de território entre Ipupiara, Brotas de Macaúbas e Barra do Mendes.





A emancipação político-administrativa ocorreu com a lei 1.015 de 9 de agosto de 1958, durante a gestão do governador baiano Antonio Balbino. Pela lei, desmembrou-se do município de Brotas de Macaúbas, os distritos de Ipupiara e Ibipetum, criados pela lei 628 de 30 de dezembro de 1953.
Várias pessoas se destacaram na luta pela emancipação. Sob a liderança do Coronel Arthur Ribeiro dos Santos, registra-se as importantes participações de Arlindo Alves de Almeida, Adão Francisco Martins, Aristides Pereira de Novais, Aristides Silva, Durval Sodré, José Antônio dos Santos, José Avelino, José de Almeida Sobrinho, Miguel Barreto, Osvaldo Leite da Silva e outros.




O município ficou composto por dois distritos: Ipupiara (Sede) e Ibipetum, em território composto ainda por mais de 70 comunidades, como Vanique, Lagoa de Prudentes, Bela Sombra, Rio Verde, Riacho das Telhas, Poço Cavalo, Brejos, Sodrelândia e Pintadas, onde foram mortos pela Ditadura Militar, os mártires Capitão Carlos Lamarca e Zequinha Barreto. Alí a Diocese da Barra instalou um cruzeiro celebrativo e o prefeito Ascir Leite, na sua segunda gestão, 2004/2008, construiu o “Memorial Capitão Carlos Lamarca”.






ALTOS E BAIXOS DAS GESTÕES PÚBLICAS - Ipupiara experimentou desde a sua emancipação, diversas administrações. Cada uma delas deu a sua contribuição para a implantação dos diversos serviços públicos, segundo a capacidade e compromisso de cada gestor.

O ano 2000 foi marcante para o município. Naquele ano a Prefeitura se encontrava enfrentando momentos difíceis, submersa a um profundo descrédito em todo o estado da Bahia, resultado de uma gestão desastrosa à época, que se envolveu em um emaranhado de corrupção e abandono às políticas de interesse público.

As estradas estavam intransitáveis, as obras do hospital municipal tomadas pelo mato, lixo, cobras e ratazanas. Prédios escolares em estado crítico. Serviços de saúde totalmente dependentes de Seabra e Ibotirama, causando enorme sofrimento às famílias, quando chegava a hora de um parto ou outro atendimento qualquer. Os serviços de energia, iluminação pública e abastecimento de água eram precários, assim como os serviços de comunicação.

Foi em 2000 que ocorreu o primeiro desafio do líder político que está fazendo história: Ascir Leite Santos. Ainda jovem, aos 32 anos, elegeu-se pela primeira vez prefeito, restaurando a credibilidade do município e implementando uma nova forma de governar.

Responsável por uma gestão politica e administrativa de importantes obras estruturantes, como a retomada da construção do Hospital Municipal, pavimentações de várias ruas na sede, Vila e povoados, abertura e pavimentação de avenidas, construção de praças e quadras poliesportivas, centro esportivo e cultural e cumprindo suas obrigações financeiras com servidores e fornecedores, Ascir foi reeleito em 2004, dando sequência a uma gestão de realizações importantes, especialmente no âmbito da educação e obras.

A partir daí, Ipupiara teve acelerado o seu processo de desenvolvimento, tornando-se uma referência em administração pública de qualidade, crescimento do comércio, prestação de serviços e até mesmo a área industrial já surge como demonstração da sua pujança econômica promotora de emprego e renda.


Ascir ajudou a eleger e reeleger o seu sucessor, o ex-prefeito David Ribeiro, que enfrentou diversas dificuldades na superação dos desafios impostos pela crise econômica nacional e problemas internos de gestão.

Para fazer o município retornar ao seu roteiro normal de desenvolvimento e de gestão da prefeitura, o povo clamou pelo retorno do seu líder. Ascir foi escolhido novamente em 2016, para o seu terceiro mandato de prefeito, fazendo retomar uma série de serviços e métodos de gestão que em menos de um ano e meio, devolveram a credibilidade municipal, reformou e ampliou o Hospital Municipal, dotando-o de novas instalações, novos equipamentos e novos serviços. O novo Hospital Municipal de Ipupiara está mais moderno, com novas tecnologias e serviços antes existentes apenas em cidades distantes.




Na atual gestão Ascir ampliou as oportunidades para o acesso à formação universitária, implantou internet gratuita na Vila e em diversos povoados, ampliou rede elétrica e iluminação, rede de distribuição de água, serviços de vigilância eletrônica, ampliou a parceria com as diversas estruturas da Polícia Militar, acabando com assaltos a bancos locais, a violência contra os cidadãos e cidadãs de bem e redução do tráfico de drogas no âmbito do território municipal, requalificou a pavimentação de ruas, avenidas e praças, prédios escolares, quadras poliesportivaas, parte das estradas vicinais e construiu a “Orla da Lagoa” e reconstruiu a sede da


Prefeitura. Estas duas obras e a do Hospital Municipal, viraram cartão postal da cidade.
Confira em nossa pagina do Facebook:









PROGRAMAÇÃO DOS 60 ANOS - Para celebrar esta história de lutas e conquistas, o prefeito Ascir reuniu as diversas secretarias para que definissem uma programação cívica e festiva para celebrar os 60 anos de emancipação política de Ipupiara.



Assim, no dia 9 haverá passeio ciclístico, a partir das 7h, com apresentação da banda de Fanfarra Municipal. Às 10h terá ato público de entrega dos Títulos de Cidadãos Ipupiarenses a José Renato, fundador do jornal impresso “O Cristal”, Dra. Patrícia Marques e Dr. Enock Luz. Um show de calouros está marcado para as 19h do mesmo dia.





Na sexta-feira, dia 10, maratonistas masculino e feminino sairá da Vila de Ibitpetum e da “Cruz Vazada”, passando pelas principais ruas da cidade, até a chegada, na “Orla da Lagoa”. Paralelamente à maratona, estará ocorrendo um circuito esportivo com diversas modalidades no Centro Esportivo Municipal e às 16h haverá apresentação da Banda Filarmônica da Polícia Militar.

A culminância das festividades ocorrerá dia 11, na Praça de Eventos, com show de duas super atrações, confira.










Além de toda programação cívica, solene e festiva, as secretarias de saúde e de assistência social estarão com estandes na Praça de Eventos, realizando diversos serviços com nutricionista, psicólogo, aferição de pressão, monitorando da diabetes, batimentos cardíacos e outros.










Fotos da Internet.

Postagens relacionadas

PROGRAMAÇÃO 5596097296665718974

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Diamantina FM

Visualizações de página

Parceiros











Mais acessadas

Seguidores

item